Saiba tudo sobre o Orgeat, xarope de amêndoas especial para os coquetéis Tiki

Orgeat é basicamente um xarope opaco, leitoso, branco e doce, à base de amêndoas, com um toque de flor de laranjeiras. Às vezes, não muito comum, também se encontra receitas com um toque de água de rosas.

A palavra Orgeat tem origem no latim, “Hordeaceus” que significa “feita com cevada”. Antigamente, a bebida era feita mesmo com cevada e amêndoas.
Porém, em outras regiões, existem outros nomes que podem confundir os desavisados. Na Espanha, por exemplo, existe a Horchata, feita com água, açúcar, chufas (um tipo de nuts espanhol), enquanto na Itália, chamam de Orzata.

Na América Central e México, a Horchata é feita com base em arroz e um toque de baunilha. Já no Suriname é conhecida como Orgeade. Na Ilha de Malta, o “Rugatta” é feito com amêndoas, baunilha, cravo e canela. Todas opções são super indicadas para quem tem intolerância à lactose e também para veganos.

Entendeu porque sempre parece que alguém está falando errado o nome da bebida?
Seja Orgê, Orját, Orgét, Orzat, Orzata, Orchata, na dúvida, pergunte sobre qual tipo de bebida a pessoa está falando, é mais fácil.

O Orgeat é um importante ingrediente para a cultura tiki, e é possível encontrá-lo desde em um clássico Trader Vic’s Mai Tai (rum jamaicano envelhecido, curaçau, orgeat, suco de limão e xarope simples) , um Trinidad Sour criado em Nova Iorque por Giuseppe Gonzalez,  (rye whiskey, fernet branca, suco de limão siciliano, orgeat e angostura) e também no Scorpion, coquetel a base de rum branco, cognac, laranja, limão e orgeat.

Conheça a história e aprenda a fazer um clássico Mai Tai aqui. 

Existem receitas para o Orgeat artesanal, porém hoje existem marcas de xaropes disponibilizando Orgeats de altíssima qualidade a um preço acessível.

Ao preparar o seu artesanal, tome cuidado com algumas coisas como a manipulação, a padronização dos sabores, a textura e o custo do xarope, afinal, em muitos lugares apenas 200g de amêndoas custa por volta de R$ 25,00.

Fique atento também, pois o Orgeat é no fim das contas uma emulsão, os seja, uma combinação de ingredientes não misturáveis, a tendência é que se guardado por um período longo, ele se separe e sólidos em líquido. Atenção também à sua validade curta, então faça várias vezes em pequena quantidade.

250 g de amêndoas laminadas
400 ml de água
350 açúcar refinado
50 ml de vodka
1 colher de chá de água de flor de laranjeira

Coloque as amêndoas em uma jarra com água fria e reserve por 30 minutos. Elimine a água e amasse as amêndoas com um pilão ou um processador. Se necessário, coloque um pouco de água para processar.  Passe o “purê” para um bowl e coloque a água, resevando por 2 a 3 horas.

Em seguida, usando um coador muito fino ou um pano de queijo, coe todo o líquido das amêndoas. Repita esse processo de coar por mais duas vezes, deixando a água e as amêndoas em contato por períodos de 1 a 2 horas.

Por fim, coe pela última vez o líquido. Acrescente açúcar e deixe dissolver lentamente, por aprox. 30min a 1 hora. Mexa e verifique se está dissolvido. Então, acrescente a vodka e a água de laranjeiras. Passe para uma garrafa hermeticamente fechada e reserve por até 15 dias apenas.

Se você tiver alta rotação de drinques, se você não estiver conseguindo fazer o custo do Orgeat caseiro valer a pena, ou se você não consegue manter a padronização da produção, existem no mercado algumas marcas de xaropes importados que vendem ótimos produtos por preços acessíveis.

A marca de xaropes 1883, produzida na região de Chambèry, sul da França, possui o 1883 Orgeat, um autêntico xarope de amêndoas, com notas frescas de laranjeira, baunilha e para os preocupados com a saudabilidade, um dos poucos do mercado sem nenhuma adição de conservantes.

Com textura cremosa, coloração branca, ou leitosa, tem no aroma notas de marzipâ, uma lembrança de biscoito de amaretto.  Na boca, a textura remete ao coco, com notas florais e um final longo.

Os gráficos acima são apresentações sensoriais do xarope, de uma maneira em que é possível identificar características principais de aroma e sabor e aprender com as características dele.

Independente de qual método utilizar ou produto escolher, não deixe de experimentar um xarope de orgeat nos seus coquetéis tiki, seja num Mai Tai ou num Scorpion.

Se você quiser saber mais sobre os mitos do uso dos xaropes dentro do bar, clique aqui.