Aprenda a preparar o Café da Manhã Nordestino, drinque do bartender José Ronaldo

O Café da Manhã Nordestino é um drinque com “sustância”, inspirado em um cuscuz com manteiga, ovo frito e um café para acompanhar. Para traduzir esse desjejum bem brasileiro em uma refeição para beber foi preciso traduzir cada um dos ingredientes em uma forma líquida.

O milho vem para para o drinque destilado em um bourbon. Já a manteiga vem “pessoalmente”, clarificada e depois infusionada por 24h no bourbon. O café chega através do xarope e o ovo vem completo, clara e gema cruas direto na coqueteleira.

Para quem já está com fome só de ler os ingredientes, ainda tem cacau 100% nas bordas do copo e suco de limão tahiti para trazer um pouco de amargor e contraste. Quem pedir essa refeição no balcão certamente vai poder beber um pouco da força do sertão nordestino.

Foi justamente inspirado nos hábitos alimentares de sua família que José Ronaldo se baseou para criar seu Café da Manhã Nordestino. O drinque foi elaborado especialmente para o “Behind the Barrel”, uma competição de tema livre do whiskey Wild Turkey e por conta dele seu criador foi selecionado para uma visita ao Kentucky para conhecer a destilaria estadunidense.

Ronaldo deixou o balcão do Frank em novembro de 2017, para dividir o balcão com o grande time do SubAstor, porém, quem quiser se alimentar dessa mistura da Bahia com o Tennessee, o Café da Manhã Nordestino está na carta fixa do Frank’s Bar, o balcão mais premiado do Brasil atualmente, que fica no Hotel Maksoud e homenageia “A Voz”.

APRENDA A RECEITA

créditos Leo FeltranCafé da Manhã Nordestino

60 ml de bourbon infusionado com manteiga
20 ml de xarope de café com especiarias
10 ml de suco de limão tahiti
1 ovo cru inteiro (clara e gema)
Cacau em pó 100% para polvilhar

Adicione todos os ingredientes na coqueteleira e faça dry shake (bata os ingredientes sem gelo). Só então adicione gelo e bata novamente. Faça uma coagem dupla em uma taça previamente polvilhada com cacau em pó 100%.

Aprenda a infusionar a manteiga, um pré-requisito para o drinque:

Primeiro derreta a manteiga, depois vá clarificando ela, ou seja, tirando a espuma.
Na sequência, espere ela esfriar e coloque dentro de um saco à vácuo. Adicione o bourbon na manteiga derretida e deixe essa mistura durante 24h num processo de infusão à frio “trocando informações” de aroma, sabor e cor, por exemplo.

Passadas essas 24h em temperatura ambiente, congele a mistura.
Dessa forma a manteiga se solidifica enquanto o bourbon continua líquido e se separa, mas leva consigo as características da manteiga. A untuosidade e um sabor de caramelo com toque de avelã.