Manual de Cantineros, um livro clássico da coquetelaria cubana de 1924

Se você é fã da coquetelaria cubana, a mais autêntica coquetelaria do Caribe, pode se deliciar com o Manual de Cantineros, um livro escrito em 1924 que está disponível para leitura online.

O Manual de Cantineros foi impresso há quase um século, na cidade de Havana em Cuba e serviu como base para a formação da coquetelaria do país no último século.

Para quem não sabe, em Cuba, quem trabalha nos bares – e cantinas – não são os bartenders, mas sim os cantineros. Assim que são chamados no país, que desde sempre dá prioridade para a sua língua pátria, o espanhol, em vez de outras palavras estrangeiras.

manual de cantinerosUma coisa que se diz muito é que o Cantinero era o nome dado aos bartenders porque em Cuba, por conta da Revolução Cubana de 1959, não se permitia utilizar palavras de origem inglesa.

Mas aqui, como pode-se ver, temos uma prova clara que o termo já era empregado muito antes de Fidel Castro e seus compañeros conquistarem a ilha.
Para quem quiser acessar todo o livro, é só clicar AQUI.

Na página 21, preste atenção onde está escrito:

Cerveza Carta Blanca Exquisita – Debe de servirse simpre muy fria”…..

Agora pare para pensar, em Cuba, país tropical em pleno ano de 1924, deve ser muito difícil manter uma cerveja muy fria, visto que não existiam geladeiras, freezers nem empresas de entrega de gelo….
Um trabalho e tanto.

São essas e outras pérolas que fazem desse livro uma leitura necessária para quem é fã da história cubana.

Leia o belo livro Cuba: The Legend of Rum aqui 

Por último, exatamente na última página, vemos um patrocinador do livro, ou seja, livros de bebidas já eram patrocinados desde 1924, interessante.

Assim como em quase todos os rodapés do livro, na última página temos uma propaganda do vermouth de Jerez chamado Pemartín que diz o seguinte:

” Mujeres y Pemartín hasta el fin.”..

Ter documentos da profissão como esse são extremamente importantes para que a gente consiga entender porque as coisas são hoje em dia como elas são.

Aqui está um pedaço da história, de como os barman de 90 anos atrás pensavam e trabalhavam.