Se você não suporta a ideia de ouvir a palavra tarântula ou aranha perto de você, então saia já desse post.

Caso você, como a maioria das pessoas, só morra de medo desses pequenos aracnídeos peçonhentos, pode ler à vontade.

É claro que cada país traz  excentricidades que fazem da sua cultura algo único, mas não é que o Camboja consegue apelar quando se fala em bebidas alcoólicas?!

Quem se lembra do Vinho afrodisíaco feito à base de sangue de cobras que é servido tanto no Camboja quanto no Vietnã?

O shot  conhecido como The Tarantula NightMare, algo como O Pesadelo da Tarântula, e mistura um destilado à base de arroz, conhecido como shochu, suco de jaca e uma tarântula pequena. Saiba mais sobre o shochu aqui.

Tarântula Na sociedade cambojana, principalmente a rural, é muito comum ver pessoas consumirem aranhas  por acreditarem que elas ajudem o coração a funcionar melhor, além de servir como um afrodisíaco natural.

Esse ritual já é realizado há muitos anos, mas apenas agora, dos anos 70 até hoje, é permitido que turistas participem e tomem dessa bebida. Foi dessa forma que o fotógrafo australiano Tim Whibty conseguiu essa bela foto acima.

No Camboja também é comum comer aranhas fritas, como você pode ver nessa foto abaixo. Ou seja, se estiver a caminho de lá, garanta uma boa dose de soro anti veneno de aranha.Tarântula

E para terminar esse post super útil, vai uma história interessante para vocês sobre a Tarantella, a conhecida dança italiana.

O nome Tarantella é uma variação das palavras Tarantismo, Tarentismo ou Tarantulismo, que seriam a manifestação de delírio convulsivo causado por uma substância tóxica presente na picada da Lycosa Tarentula, nossa querida tarântula.

Segundo a crença popular, essa toxina induziria o povo picado à essa dança frenética e braba, por isso eles ficariam dançando horas assim sem parar.

Outras fontes dizem que, caso você seja picado por uma tarântula, a única maneira de eliminar o veneno da aranha seria dançando muito, sem parar, até que seu corpo sue tanto, mas tanto, que o veneno evaporaria pelos poros.

Nossa dica é: foi picado, não dê de louco, corra pro hospital!