Destilaria mineira lança Yvy Mar, primeiro rótulo da Trilogia do Gim

Parece que o ciclo da primeira fase das novas marcas de gim chega ao fim no início de 2018, coincidentemente, com o lançamento de Yvy Mar, primeiro rótulo da Trilogia do Gim apresentada pela Yvy Destilaria, de Belo Horizonte, Minas Gerais.

E hoje, olhando para trás, como pode ser interpretado a primeira geração dos gins nacionais, que renderam mais de 10 novas marcas ao mercado? São basicamente três pontos a ser observados:
1 – A urgência em ser lançado e ser visto, às vezes só para ser “a primeira de alguma coisa”.
2 – Uma não coerência com o estilo clássico inglês e a sua memória sensorial.
3 – A inexperiência natural de uma nova categoria, onde é preciso que todo o discurso (produção, conceito, apresentação, preço, entre outros) estejam elevados à alta performance.

É lógico que desta dezena surgiram bons representantes, aliás, são eles que ultrapassarão a primeira geração e já estão se preparando, melhorando seus produtos para a segunda fase. E nessa transição, muitas marcas perderão gás e possivelmente sejam descontinuadas.

E é por isso que o lançamento da Yvy Destilaria coincide com a nova fase dos gins nacionais.

Atenta à movimentação dos gins nacionais, a marca aguardou o momento ideal para iniciar suas atividades e trazer, durante o período de um ano, sua Trilogia Yvy como carro-chefe da companhia.

São eles, Yvy Mar, que conta com os principais botânicos trazidos pelos imigrantes, Yvy Terra, que trará a herança dos povos nativos através dos ingredientes e por fim Yvy Ar, que trará um Brasil contemporâneo, da miscigenação e do Carnaval.

O primeiro rótulo, lançado em janeiro é o Yvy Mar, um gim inspirado no estilo London dry clássico mas, intitulado de brazilian dry gin, com 46% de teor alcoólico que além de zimbro e coentro, leva mais dez botânicos em sua destilação.
O nome da destilaria pronuncia-se “ivi”, significa “o chão que pisamos” ou “território” em tupi-guarani. Yvy foi pensado para reverenciar a cultura dos brasileiros, nesse sentido, Yvy Mar seria um “oceano de descobertas” dos ingredientes mais interessantes trazidos por imigrantes. São doze botânicos presentes na receita, entre eles cardamomo, amêndoas, kombu (alga japonesa), alcaçuz e raiz de íris.

Na sociedade da Destilaria, estão grandes nomes da coquetelaria internacional como o inglês Mr. Lyan, aka Ryan Chetiyawardana, mente criativa e um dos bartenders mais premiados de todos os tempos, atualmente dono do 2º melhor bar do mundo, Dandelyan. Outro sócio é o inglês Darren Rook, mestre destilador de Yvy e fundador da London Distillery, uma das mais inovadoras destilarias de gim de Londres atualmente. Completa o trio o mineiro André Sá Fortes, idealizador do projeto e ex-proprietário do Meet Me, de BH. O mixologista Marco De la Roche é o embaixador da Destilaria Yvy e responsável por desenvolver a marca no Brasil.

De acordo com De la Roche: ” Yvy Mar é um brazilian dry gin maduro, vibrante e com complexidade para passear tanto por um Negroni, um Dry Martini ou um Gim-Tônica, além de clássicos como Fitzgerald, Last Word ou Hanky Panky.” explica o embaixador.

“Nós desenvolvemos uma receita que acima de tudo, é desejada pelos clientes. Antes de ser um gim nacional, precisa ser um ótimo gim. Nosso objetivo é que as pessoas se sintam à vontade para curtir o que elas procuram e não o que nós poderíamos ditar”. conclui.

A garrafa escolhida vem diretamente da França, da renomada SaverGlass, e possui 700 ml e pode ser adquirida diretamente pelo site da destilaria pelo valor de R$ 95,00.

Após o carnaval, será possível encontrar Yvy Mar em diversos empórios e adegas, inicialmente em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, porém já é possível adquirir em todo o Brasil através do site.