Coleção Artistas Brasileiros é o nome da edição especial numerada lançada em dezembro pela cachaça Espírito de Minas

A valorização da cultura brasileira está no DNA da marca, e para isso, convidou cinco artistas brasileiros para assinar um rótulo especial com sua obra prima, que será vendida a partir deste mês em grandes lojas de bebidas, varejo, bares e restaurantes de todo o Brasil.

A cachaça dentro da garrafa também é uma novidade da marca. São mais de três anos de envelhecimento em barril de carvalho, com um toque amadeirado mais marcante no aroma e na boca.

Espírito de Minas é produzida artesanalmente em uma fazenda colonial de 1910 localizada em São Tiago, interior de Minas Gerais. Ela está disponível neste pack de 3 garrafas de 250 ml, além de três copos de dose personalizados ou então, garrafas individuais de 750 ml.
cachaca-espirito-de-minasAldemir Martins, Claudio Tozzi, Elifas Andreato, Ivald Granato e Newton Mesquita são os autores que estampam os rótulos da coleção, com releituras sobre a imagem original de Espírito de Minas, a tradicional igreja de São Francisco de Assis, construída em 1749 em Ouro Preto, Minas Gerais.

Abaixo, conheça mais a história dos cinco artistas convidados  e uma obra que o representa:

aldemir-martins-galo-oleo-sobre-telaAldemir Martins foi o primeiro artista a criar uma releitura de Espírito de Minas, em 2003.
Cearense consagrado pelos seus traços fortes e tons vibrantes, que imprimem vitalidade e força à sua produção se expressou através da pintura, gravura, desenho, cerâmica e a escultura.
Falecido em 2006, expôs em diversos museus e galerias nos Estados Unidos e Europa, deixando um legado louvável, como o famoso quadro Galo, óleo sobre tela.
.

escada-claudio-tozziClaudio Tozzi é um artista paulistano, doutor pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP e seus primeiros trabalhos na década de 60 traziam novas experiências visuais e rapidamente ficaram conhecidos no meio artístico-cultural.
Com uma carreira marcada por uma constante reinvenção, produzir obras a partir de ícones universais, simbolismos e conceitualismo.
Conquistou prêmios e realizou obras públicas em edifícios, estações de metrô e superfícies das cidades.

 

Elifas Andreato, artista paranaense, começou sua carreira aos 14 anos e ao longo de sua carreira fez projetos gráficos para a editora Abril.
Foi na década de 80 que se consagrou como um artista que retratou o momento brasileiro. Assinou diversas capas de discos de artistas reconhecidos como Chico Buarque, Elis Regina, Martinho da Vila, Vinícius de Moraes entre outros.
Autodidata, ficou conhecido pela sua ousadia, criatividade e obras repletas de sentimentos , livres de influência.

ivald granatoIvald Granato, falecido em julho deste ano, foi um artista que sempre teve sua arte comprometida com o Brasil moderno. Influenciado desde cedo por pintores cubistas e durante sua vida atuou pintando, desenhando e esculpindo.
Granato é considerado um dos grandes artistas modernos do século. Durante a década de 70 e 80 viajou pela América Latina para estudar cores e registrá-las recorrendo ao vídeo e fotografia.

.
newton-mesquitaNewton Mesquita, artista paulistano formado em Arquitetura. Por mais de meio século de artes, já expôs em 52 oportunidades suas obras em pintura, aquarela, desenho, escultura, objeto e gravura em importantes museus como o MASP e o MAM de SP.
É uma referência estética no meio artístico moderno e seus trabalhos abrangem de obra cinematográfica até o retrato, passando pela ilustração e pintura.