Aprenda a preparar o Bode Mary, drinque do Esquina Mocotó

Com inspiração em um bode, símbolo nordestino, o bartender Rafael Welbert criou uma releitura do clássico Bloody Mary que já se tornou uma referência da coquetelaria do Esquina Mocotó. Quando o bartender Rafael Welbert resolveu criar uma variação de Bloody Mary para o Esquina Mocotó, não teve dúvida. Olhou para a parede do restaurante e deu de cara com o bode, parte da peça do grafiteiro Speto, convidado para assinar o painel. O nome estava pronto.esquina mocotóAgora faltava a receita. Foi buscar inspiração no vizinho mais velho Mocotó, o mais clássico e premiado restaurante da zona norte paulistana. Saiu de lá com a gordura de costela de boi do tradicional “Assado de Domingo” e preparou uma cachaça infusionada na costela. Pronto. Daí pra frente ficou fácil. Quase após um ano da criação, o Bode Mary se tornou um dos drinques mais vendidos da casa, sem contar a caipirinha (que aí não vale). Rafael conta que uma vez, um cliente após provar a cachaça infusionada se levantou do balcão e começou a aplaudir de pé emocionado. Hoje ele deseja que o drinque possa ser conhecido como um clássico do Mocotó, vendido em todas as casas que o grupo abrir. Se depender de nós, já é. O pessoal da Cocktail Channel já visitou o Esquina Mocotó e gravou esse belo vídeo da preparação do Bode Mary.

Aprenda a Receita

bode mary BODE MARY

50 ml de cachaça infusionada em costela de boi 100 ml de suco de tomate artesanal 1 pitada de flor de sal 15 ml de suco de limão siciliano 10 ml de molho inglês 2 gotas de molho de pimenta Mocotó 2 torresmos 1 broto de manjericão Coloque todos ingredientes num mixing glass com gelo e mexa bem. Passe para um copo baixo com um cubo de gelo grande. Finalize com o torresmo espetado e o manjericão por cima. Aprenda a preparar o Bloody Mary clásico aqui